Marcha das Mulheres contra Trump e desigualdade de gênero reúne famosas nos EUA

Um ano após posse de Donald Trump as mulheres tomaram novamente as ruas contra seu governo opressor e ultraconservador, e mais um ano inúmeras famosas juntaram-se ao protesto, como Viola Davis que fez um discurso impactante, lembrando dos casos de assédio que aconteceram em Hollywood, e lembrando também que a luta não é apenas das mulheres, mas de todos. Veja o discurso completo abaixo:

“Hoje estou falando não só pelas mulheres do “Me Too” porque eu fui uma “Me Too”, mas quando eu levanto a minha mão, estou ciente de todas as mulheres que ainda estão em silêncio, as mulheres anônimas, as mulheres que não têm dinheiro e não têm a Constituição, e não têm a confiança e as imagens em nossa mídia que lhes deem uma sensação de autoestima suficiente para quebrar o que está enraizado na vergonha e no estigma do estupro”

Jennifer Lawrence, Cameron Diaz e Adele juntas na passeata em Los Angeles.

As pessoas mais influentes na minha vida sempre foram mulheres. Minha família, amigos, professores, colegas e ídolos. Sou obcecada por todas as mulheres da minha vida. Adoro e preciso delas cada vez mais todos os dias. Eu sou tão grata por ser uma mulher, eu não mudaria isso por nada no mundo. Eu espero não ser definida apenas pelo meu gênero. Eu espero ser definida pela minha contribuição para o mundo, minha capacidade de amar e ter empatia. De criar meu filho para ser um bom homem ao lado do homem que me ama, por tudo que sou e não sou. Eu quero o que é melhor para as pessoas, acho que todos queremos. Nós apenas não conseguimos concordar sobre o que é isso. Poder para a paz, poder para as pessoas.”

Scarlett Johansson discursou ao lado de Mila Kunis em Los Angeles sobre igualdade de gênero.

E lembrem-se garotas: O futuro é nosso, assim como a luta árdua e diária também.

Rayllen Souza, 21 anos, formada em Tradução e Interpretação, mas que adora passar seu tempo com games e animes. Amante da cultura pop e da onda Hallyu, é uma das idealizadoras e fundadoras do projeto Ladies' Room.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.